sexta-feira, outubro 21, 2005

Prazeres

Jamie Cullum, Justine & Brooks e Monte Cristo. Foi este trio que escolhi para começar o final de semana!
Já não saboreava uma música, sentia o aroma de um whiskey nem ouvia o queimar de uma cigarrilha, com esta calma, com esta tranquilidade, há muito tempo.

Gosto de me dar estes prazeres, de quando em quando.
E se algumas vezes me sabe bem porque não penso em nada. Doutras vezes sabe-me bem porque consigo pensar em tudo, e com mais clareza.
Não o faço como terapia. Faço-o quando estou bem, para explorar todos os sentidos, sem pressas, sem distracções.

Estes são momentos solitários que só têm razão de ser assim, sem mais nada, sem mais ninguém. Só jazz, whiskey e tabaco. Chega-me!
Às vezes... só às vezes...

2 comentários:

pisconight disse...

Por vezes nós é que complicamos o que é simples e bom na vida, e não há duvidas que é possível tirar prazer com uma musiquinha, uma bebida e algo de bom para fumar.
Só relax...
;)

Helena Pereira disse...

Ola Jorge! Escrevo pela 1ª vez no teu blog porque me identifiquei muito com este teu sentimento, este prazer de só sentir, devagarinho...
É preciso Paz cá dentro para ser capaz de o fazer, de deixar as coisas virem ao de cima sem bloqueios, obstáculos racionais ou culturais do que é certo sentir. São mesmo momentos especiais...