quinta-feira, maio 12, 2005

Denúncia

Não posso deixar de registar aqui o meu repúdio e denúncia do sucedido na noite de segunda-feira na zona envolvente ao Gatódromo. É vergonhoso que alguns cobardes sem escrúpulos se dignem praticar tais acções.
O que se passou é explicado na carta aberta que a Azeituna está a fazer circular e que reproduzo abaixo.
Apelo a todos para que, independentemente do rumo que está infeliz história tomar, se inicíe um boicote ao espaço Sabão Rosa, em Braga. Peço-vos também que façam chegar esta informação a todos os vossos contactos.

---------------------------------------------

A Azeituna – Tuna de Ciências da Universidade do Minho, vem por este meio dar conhecimento e solicitar as devidas medidas, perante uma situação que achamos ser deveras preocupante e meritória de mediatização.

  Após uma noite de alegria e sem qualquer tipo de problema apenas o da fome, companhado por uma colega estudante, um elemento trajado da Azeituna (pois havíamos tocado no recinto do Enterro da Gata) foi brutalmente espancado por um dos sócios do Sabão Rosa de nome Ganguinha com a ajuda do DJ residente e mais dois indivíduos. Apenas com o pretexto de arranjar confusão, numa manobra de
carro intimidatória, pediram o cachorro quente que o André comia. Perante a recusa tornaram-se agressivos e começaram a ameaçar com empurrões. Como esta situação se deu mesmo na saída do recinto e como ainda estava bastante gente a passar, sendo eles pessoas bastante conhecidas (o que denota premeditação) foram para outro local um pouco mais a frente e quando não viram gente, apenas o Azeituno André e respectiva colega, agrediram-no sem justificações de tal maneira que este teve de ser hospitalizado e nem o pedido de algumas raparigas que passavam chocadas com a anormalidade os levou a parar com a barbaridade do espancamento.

  Tendo eles consciência que se tratava de um estudante universitário, pessoas que mantêm uma relação de parceria com a Associação Académica (que representa e defende os direitos dos estudantes, não os interesses económicos ou outros), pensamos que é devido consideração e medidas, que para além da queixa já apresentada na polícia, deveriam resultar em sanções e repercussões no meio social e estudantil desta Cidade e desta Academia. Os agressores sem qualquer tipo de problema de consciência, como se nada tivesse sucedido continuam a frequentar a “festa” dos estudantes, na qual tem uma tenda profissional. Para eles este acto cobarde não passou de uma situação banal, não existe nada mais banal que quatro indivíduos espancarem um estudante.
Se isto não for denunciado, amanhã o agredido pode ser um outro e as consequências podem ser bem mais dramáticas.

Saudações cordialmente académicas.
P’la Azeituna,
A Direcção

---------------------------------------------

7 comentários:

Anónimo disse...

Mando beijinhos e uma excelente recuperação ao vosso elemento que foi brutalizado. Estou bastante pronta a boicotar esta merda internacional que nos aconteceu aqui em Braga este ano e que se chama "Sabão Rosa". Quem me segue??? E afinal que é que se diverte a serio ali??? Se for o teu caso, escreve-me um mail ao odyane@yahoo.fr.

Anónimo disse...

Acho lamentável que isso tenha acontecido, e é preciso tomar medidas para que este acontecimento não fique impune. Eu pessoalmente odeio discotecas, pois não consigo me divertir nelas e isso não é a minha ideia de "noite". Espero que a vítima deste crime recupere depressa e que a AAUM se envolva neste caso, discutindo o sucedido com os responsáveis pela discoteca e os próprios estudantes da UM, pois sem nós (estudantes), a discoteca não teria metade dos clientes.

PM disse...

Recebi esta vossa indignação por mail e mais indignada fiquei pela vossa excelente capacidade de juizos de valores... Considero-vos audazes na facilidade com que apontam o dedo a desconhecidos e pela capacidade de discernimento que parecem possuir, a ponto de poderem comentar um episódio tornando-o uma verdaderia barbárie!!
Sou, com muito prazer e muito orgulho, uma amiga de longa data do vosso arqui-animigo apelidado de Ganguinha e, posso apenas dizer que duvido em muito da veracidade desse triste episódio que vocês relatam tão entusiasticamente!!
Acho de um péssimo gosto a exposição dada a este acontecimento e só denota a mesquinhez da associação por vós representada! Fui uma estudante universitária e felizmente conclui o meu curso, nunca me identifiquei com o vosso apelidado espirito académico e as hostes que o representam, creio tratar-se muitas vezes de uns quaisquer perdidos que pensam ter encontrado num traje um passaporte para uma vida que nunca tiveram e gostariam de ter... um poder alcançado pelo medo dos/as caloiros/as!!
Relativamente à casa em si, o Sabão Rosa, apraz-me muito que exista, vivemos numa cidade que possui uma consideravel densidade populacional e que se encontrava carente de espaços bonitos e agradáveis a fim de encontrar-mos alternativas na noite bracarense! Lamentavelmente a vossa infantilidade permite que tornem um lamentavel incidente numa quase fatalidade nacional... Lamentavel!!!
Lamentavel também dedicarem um dos carros do cortejo ao triste episodio... lamentavel!! O cortejo nao vive, nem deveria viver do relato pessoal de um estudante, mas sim de todos!!
Para terminar, gostaria de referir que o vosso boicote ao espaço é ainda mais descabido, quando a tenda do Sabão Rosa no recinto destinou-se a agradecer aos estudantes as maravilhosas noites que proporcionaram no Sabão Rosa esta época...
Lamentável o boicote e lamentável a vossa atitude! Não envergonhem mais a vossa academia e não falem em nome de todos pois nem todos se identificam com a vossa causa!

Eu disse...

Juventude Diletante
May 18, 2005
A Pseudo Denúncia
Denúncia
Não posso deixar de registar aqui o meu repúdio e denúncia do sucedido na noite de segunda-feira na zona envolvente ao Gatódromo. É vergonhoso que alguns cobardes sem escrúpulos se dignem praticar tais acções.
O que se passou é explicado na carta aberta que a Azeituna está a fazer circular e que reproduzo abaixo.
Apelo a todos para que, independentemente do rumo que está infeliz história tomar, se inicíe um boicote ao espaço Sabão Rosa, em Braga. Peço-vos também que façam chegar esta informação a todos os vossos contactos.

---------------------------------------------

A Azeituna – Tuna de Ciências da Universidade do Minho, vem por este meio dar conhecimento e solicitar as devidas medidas, perante uma situação que achamos ser deveras preocupante e meritória de mediatização.

Após uma noite de alegria e sem qualquer tipo de problema apenas o da fome, companhado por uma colega estudante, um elemento trajado da Azeituna (pois havíamos tocado no recinto do Enterro da Gata) foi brutalmente espancado por um dos sócios do Sabão Rosa de nome Ganguinha com a ajuda do DJ residente e mais dois indivíduos. Apenas com o pretexto de arranjar confusão, numa manobra de
carro intimidatória, pediram o cachorro quente que o André comia. Perante a recusa tornaram-se agressivos e começaram a ameaçar com empurrões. Como esta situação se deu mesmo na saída do recinto e como ainda estava bastante gente a passar, sendo eles pessoas bastante conhecidas (o que denota premeditação) foram para outro local um pouco mais a frente e quando não viram gente, apenas o Azeituno André e respectiva colega, agrediram-no sem justificações de tal maneira que este teve de ser hospitalizado e nem o pedido de algumas raparigas que passavam chocadas com a anormalidade os levou a parar com a barbaridade do espancamento.

Tendo eles consciência que se tratava de um estudante universitário, pessoas que mantêm uma relação de parceria com a Associação Académica (que representa e defende os direitos dos estudantes, não os interesses económicos ou outros), pensamos que é devido consideração e medidas, que para além da queixa já apresentada na polícia, deveriam resultar em sanções e repercussões no meio social e estudantil desta Cidade e desta Academia. Os agressores sem qualquer tipo de problema de consciência, como se nada tivesse sucedido continuam a frequentar a “festa” dos estudantes, na qual tem uma tenda profissional. Para eles este acto cobarde não passou de uma situação banal, não existe nada mais banal que quatro indivíduos espancarem um estudante.
Se isto não for denunciado, amanhã o agredido pode ser um outro e as consequências podem ser bem mais dramáticas.

Saudações cordialmente académicas.
P’la Azeituna,
A Direcção

Posted by Absofuckinfriends at 18:34 in | Link | Comments (1)
Comments
Curiosamente tambem partilho uma mesma sensação de repúdio. Mas por causas diferentes da sua.Sinto sempre uma enorme aversão pela mediocridade e pior ainda quando vem de pessoas que supostamente deviam ter atitudes compativeis com um estatuto que idealmente teriam, sendo estudantes universitarios.


De facto, quando se le o que escreveu,tira-se imediatamente uma conclusão....o mail que fez circular é de uma cobardia imensa. Digo mais. Concordo em absoluto com o comentario anterior, em que se refere que um traje universitario e as atitudes a que por vezes se assiste, por parte de quem o usa, não são mais do que tentativas muito frustradas para conseguir elevar um ego, que padece de muito mais frustações ainda.


Felizmente que todos nós somos pessoas, que tendo usado esse traje ou não, temos o discernimento necessário para saber separar o trigo do joio.


Felizmente também sabemos que o Ganginha é uma pessoa de bem e temos a certeza absoluta que na hora da verdade os seus amigos - que são imensos - lá estarão para atestar do seu bom nome e da sua reputação de não violencia ao longo de tantos e tantos anos a trabalhar "na noite bracarense".


Termino com um conselho. Quando voltar a vestir um traje universitário saiba honrar o mesmo.

Miguel Barros disse...

É pena existir pessoas como o ganguinha e afins que pensam que s´o por ter amigos seguranças de discotecas podem fazer o que lhes dá na gana...
Gajos como ele deviam explodir em merda, ainda por cima vivem do dinheiro que os estudantes lhe dão para beber ( não sabe fazer mais nada é um inutil da sociedade ) e depois ainda os vai espancar cobardemente associado a mais uns 4 gajos... cobarde... reles... porco...boizola...

Anónimo disse...

Esse ganguinha devia apodrecer debaixo dos cascos de uma vaca a escrementar merda em cima da sua cabeça. Há pessoas que infelizmente não sabem o que fazem quando bebem. Deixem o ganguinha com um cão quando está bebado e o cão vai ser brutalmente enrabado. Ganguinha compra um cerebro e tenta arranjar uma namorada ou um namorado... tenta um porteiro!!!!

Anónimo disse...

Não me admira nada... mas enquanto dá porrada nas pessoas a miúda dele também está levar porrada de alguém :) pesa-lhe a cabeça... apenas isso... eu trato dela entretanto...