quinta-feira, maio 19, 2005

Algumas considerações (Denúncia II)

Começo por solicitar as todos os que queiram deixar comentários aos posts deste blog que se sintam à vontade para isso, no entanto agradeço que evitem fazer comentários aos comentários dos outros... para isso podem criar fóruns. Não desejava que este blog ficasse atolado de comentários aos comentários... Se eventualmente isto não for respeitado terei simplesmente que cancelar a possibilidade de deixarem comentátios. Peço-vos também o favor de moderarem a linguagem. Desde já, muito obrigado.

No entanto, e porque este é o meu blog, reservo-me o direito de editar um post em jeito de resposta aos comentários que aqui deixarem (podem sempre comentá-lo). Assim, e referindo-me directamente aos comentários enviados por "pm" e "eu" (?) ao post "Denúncia", gostava de deixar os seguintes reparos:

1- Este é um blog pessoal, pelo que não falo em representação de ninguém. A carta aberta que reproduzi (e isso está explícito) foi distribuída pela Azeituna. Com isto resulta evidente que o apelo ao boicote é uma opinião pessoal, por partilhar da indignação que este caso provoca. Como devem calcular não consigo imaginar-me a ajudar monetariamente alguém que bateu num amigo meu. Salvarguardo, no entanto que não tenho absolutamente nada contra quem quer que seja que esteja ligado ao espaço Sabão Rosa e que não tenha participado neste acto de cobardia.

2- Por falar em amizade, respeito e compreendo perfeitamente a vossa tomada de posição em relação ao vosso amigo Ganguinha. Aliás foi essa reacção de solidariedade, mas para com o meu amigo André, que me fez publicar esta denúncia.
Percebo que acreditem na versão do Ganguinha, é vosso amigo. Tal como devem perceber que eu acredite na do André. É meu amigo; Percebo que digam que conhecem o vosso amigo e que ele era incapaz de tal atrocidade. Tal como devem perceber que eu conheço o André e que ele é incapaz de inventar tal coisa; Até percebo que apesar de condenarem a acção da Azeituna por generalizar no Sabão Rosa acções individualizadas, vocês tenham feito exactamente o mesmo ao falarem da Azeituna como fizeram, afinal ele é vosso amigo. Acontece que há uma diferença entre as duas tomadas de posição e é esta: eu não estou a defender o André só porque ele é meu amigo e acredito nele. Eu vi o estado em que o deixaram e isso sim é lamentável! Ele foi brutalmente espancado e sobre isso não há dúvida absolutamente nenhuma!

3- Referindo-me particularmente ao comentário de "eu", a determinada altura lê-se: "...o mail que fez circular é de uma cobardia imensa". Não percebo como alguém que assina "eu" ou "Absofuckingfriends" e não usa o próprio nome num texto tão inflamado pode falar de cobardia nos outros...

4- Em relação às críticas que lançam à Azeituna e ao comportamento dos seus elementos, se desejarem, podemos também dissertar sobre esse assunto, mas isso será noutro post.

4 comentários:

Patricia disse...

"Ele foi brutalmente espancado e sobre isso não há dúvida absolutamente nenhuma!?"
O pobre coitado e insano amigo não foi contra um poste? Não será daí que advém tanta nódoa negra?? Não seríamos capazes de mentir tanto, pois não???

Jorge Portugal disse...

Olha... não tinha pensado nisso... Se calhar foi isso que aconteceu. É que ele até curte largo essas cenas radicais.
Por disso atirou-se uma vez contra o poste e deu cabo de uma vista, depois, não contente, atirou-se uma e outra e outra vez até ficar cheio de nódoas negras...

Poupem-se a estes comentários. Aceito que defendam o vosso amigo, mas não façam dos outros parvos!

Anónimo disse...

Não posso deixar de apontar aqui o meu comentário visto que conheço ambas as pessoas.
A noite, os copos, os grupos trazem ao de cima exageros. Por vezes temos atitudes que no nosso dia a dia seriam impensáveis.
Claro que ambos se defendem, e devemos sempre ouvir as diferentes versões. Mas deixar alguém espancado, sem defesa possível não tem justificação!
Afastem-se de ambos e analisem os factos. Foi o que eu fiz.
E fico triste com estas demonstrações de virilidade.
Temos que ser responsáveis pelo que fazemos, e assumir as consequências.
Ninguém é perfeito, e dia a dia podemos melhorar.. se quisermos.
CB

Anónimo disse...

Após ler estes comentários não posso deixar de dizer que me sinto revoltada. Eu estava com o André quando tudo aconteceu e devo dizer que o que vi da parte dos elementos do Sabão Rosa não é digno de seres humanos mas sim de animais!!!Muito menos achar que alguém fosse capaz de inventar tal história!